Blog

Chocolate e impureza

Eu amo chocolate. Nem sempre foi assim. Gosto de colocar cada pedaço debaixo da língua e esperar que ele derreta, deixando em minha boca o sabor por alguns minutos. Devagar, o chocolate derrete e me traz uma experiência incrível de sabor e satisfação.

A mesma sensação vem da desobediência à Palavra do meu Deus. Por que somos assim? De verdade, não sei. Em Jó 20.12-14 lemos assim:

12  “Ainda que o mal seja doce na sua boca, e ele o esconda debaixo da língua, 13  e o saboreie, e não o queira largar, mas o retenha em sua boca, 14  o fato é que a sua comida se transformará no seu estômago; será veneno de cobra no seu interior.

Até onde vale a pena mantermos o pecado debaixo da língua? Até que ponto o prazer pelo prazer não deveria ser sufocado ao buscarmos uma alegria superior? Que Deus nos ajude a não tratarmos o pecado como eu trato o chocolate. Que aquilo que é doce aos olhos, mas amargo ao coração seja mantido sempre longe de nossos olhos.

Wilson

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: